quinta-feira, 28 de abril de 2016

Defesa da Democracia : " 10 de maio é DIA de Paralisação Nacional e Feira de Santana não está fora da agenda" Afirma Dirigente da CUT Bahia

Na manhã desta quinta-feira(28), O Coordenador da Regional da CUT Portal do Sertão e Secretario de Relações de Trabalho da CUT Bahia, Derlan Queiroz foi o entrevista do Programa Jornal do Meio Dia da Radio Princesa FM 96.9 que vai ao ar de segunda a sexta--feira , das 12:00 às 14:00 horas.
Quando questionado pelo Ancora Jorge Bianncchi sobre os os objetivos e as expectativas da paralisação nacional que acontecerá dia 10 de maio de 2016 , o sindicalista respondeu que atenderá o chamado coletivo da CUT após reunião ampliada no ultimo dia 26 de abril que, junto com as frentes amplas construídas através da organização dos movimento sociais, Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo, dia 10 de maio acontecerá uma paralisação nacional onde os movimentos deverão articular no sentido de mandar recado para os senadores e toda força conservadora do País que tenta de qualquer forma , no tapetão, dá um golpe no povo brasileiro e principalmente nos trabalhadores através de um impeachment sem crime e através de uma agenda conservadora PMDB/PSDB/DEM que tenta implantar a "Ponte para o Futuro" que precariza e usurpa os direitos dos trabalhadores.
Questionado mais uma vez sobre o que será feito no dia 10 de maio e como será organizado, o sindicalista respondeu que está mais do que na hora de engrossar o caldo respondendo com mais energia e dureza quanto aos GOLPISTAS do nosso País.
" Os trabalhadores não aceitam e não vão acatar a agenda conservador do Michel Temer e, vamos usar todas as forças necessárias de mobilização da sociedade e da classe trabalhadora em um possível governo de TEMER; Nossa intenção é criar o desconforto para o empresariado do País parando produção de fábricas, parando o comércio, parando o transporte públicos , rodovias dentre outros; vamos continuar defendendo a democracia , lutar contra o GOLPE e colocar o Eduardo Cunha da cadeia" Comentou Derlan Queiroz (dirigente o Sindalimentação/Bahia, Coordenador da Regional da CUT Portal do Sertão e Secretario de Relaçõe do Trabalho da CUT Bahia). " Se os trabalhadores forem GOLPEADOS, o TEMER não terá PAZ" Crava o Sindicalista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário