quarta-feira, 23 de março de 2016

XVI Grito da Água reúne 10 mil pessoas na capital baiana.


Na tarde da terça-feira(22), uma grande concentração começou a se formar em um dos palcos das mobilizações de LUTA na Capital da Resistência).

Foi no campo grande em Salvador, capital baiana , às 14:00 horas que sindicatos, movimentos populares/sociais, estudantes de escolas municipais e estaduais, começaram a chegar e se concentrar para mais uma edição do tradicional GRITO DA ÁGUA que é considerado a maior manifestação popular em defesa da água no mundo e que é promovido pelo SINDAE/Bahia.
Nesta XVI edição, 10 mil manifestantes estiveram concentrados no Campo Grande e saíram em caminhada pela avenida Sete de Setembro até completar os 04 km de percurso chegando na praça do Poeta Castro Alves onde aconteceu um ATO com falas das entidades representativas dos movimentos que estiveram presentes na manifestação em defesa da água.
Na oportunidade, Manifestantes falaram sobre a Parceira Público Privada - PPP que está sendo articulada pelo governo no sentido de entrar a iniciativa privada o controle da água em diversos municípios do Estado da Bahia. Ainda, o pior de tudo é que a preferência do governo está direcionada a ODEBRECHT AMBIENTAL, empresa essa que está atolada em um dos maiores escândalos de corrupção do País.
Por isso, após realizar ATO do I grito da agua em Feira de Santana no dia 21 e realizar o XVI grito da água no dia 22 em Salvador, o SINDAE/Bahia junto com a CUT , suas entidades filiadas, escolas, associações , movimentos sociais e populares chamam a atenção e a reflexão de toda a sociedade quanto aos prejuízos na entrega da água para iniciativa privada.
Para os Manifestantes , essa manobra para PRIVATIZAÇÃO é mais uma tentativa de GOLPE na população, visto que todos terão grandes aumentos no valor na conta de água e os trabalhadores pagarão o " PATO " com a precarização no local de trabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário