quarta-feira, 15 de julho de 2015

SETOR DE ALIMENTAÇÃO ANIMAL poderá entrar em GREVE por tempo indeterminado.


Na manhã desta quarta-feira(15), a direção do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins do Estado da Bahia - SINDALIMENTAÇÃO/Bahia, esteve simultaneamente frente as fábricas de Alimentação Animal.

Os dirigentes realizaram assembléia frente a PRATIGI Alimentos no município de Castro Alves e nas fábricas da LUPUS Alimentos e RAÇÕES Primor, ambas situadas no Centro Industrial Subae na BR 324 em Feira de Santana.
Após algumas rodadas de negociação, os trabalhadores e o SINDICATO avaliaram que os números apresentados ainda não foram suficiente e reprovaram a proposta de :
8,34% de reajuste linear, Piso Inicial R$ 865,80, Piso Efetivação R$ 977,53, Ceará R$ 151 e um Abono de R$ 150,00.
Na negociação o SINDICATO fez a contra proposta com 10% reajuste linear, 1,66% de ganho real, Piso Inicial R$ 950,00, Piso Efetivação R$ 1050,00, Cesta R$ 180,00 .
Lembrando ainda que após fechamento da Convenção Coletiva de Trabalho-CCT, haverá uma outra negociação para RAÇÕES PRIMOR e LUPUS ALIMENTOS onde será discutido o Acordo Aditivo da Cesta Básica que atualmente está no valor de R$ 184,00.

Além dos dirigentes do SINDALIMENTACÃO, estiveram presente nas assembleias os dirigentes da Fetiaba Bahia ( Carlos Cerqueira, Neiton Meireles, Veronildo Queiroz e Marcleuber Oliveira.
"Ao finalizar a assembléia , a direção da empresa se comprometeu a dialogar com o SINDICATO PATRONAL para que possa reabrir a mesa de negociação" Disse Derlan Queiroz ( Dirigente do Sindalimentação/Bahia e Coordenador da CUT Regional Portal do Sertão).      " Caso a empresa não mude a postura, iremos publicar um Edital e entraremos em greve por tempo indeterminado" Finaliza Queiroz

Nenhum comentário:

Postar um comentário