domingo, 19 de abril de 2015

Pernanbuco : O Brasil perde Manoel dos Santos

O exemplo de Manoel Santos e a perda irreparável para os amigos e companheiros de luta
Devido às homenagens ao companheiro nesta segunda-feira (20), a partir das 14h, na Fetape; a Plenária Sindical da CUT-PE acontecerá ainda hoje, às 18h, na sede da Central

A CUT Pernambuco manifesta condolências aos familiares, amigos e companheiros do deputado estadual Manoel Santos (PT) ,que faleceu neste domi
ngo (19), aos 63 anos de idade. Ele estava internado no Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, tratando um câncer.
De acordo com a página no Facebook de Manoel Santos, a homenagem de despedida à Manoel Santos acontecerá a partir das 14h30, com a chegada do chegada do corpo, vindo de São Paulo para acolhida na Fetape, na Rua Gervásio Pires, 876 – Boa Vista/Recife. Às 16h haverá um cortejo da Fetape até a Assembleia Legislativa do Estado (Alepe), com velório durante toda à noite. No dia 21, terça-feira, às 9h, uma celebração na Alepe, e saída do corpo para o Cemitério Morada da Paz, em Paulista-PE, para o início do processo de cremação.

Manoel José dos Santos foi eleito deputado estadual ano passado, com 55.310 votos, e atualmente estava licenciado do mandato, na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O parlamentar era líder da bancada do PT e titular das comissões de Agricultura, Pecuária e Política Rural e de Saúde e Assistência Social. Ele era casado e deixou quatro filhos. Sempre exerceu suas atividades com bravura, dignidade e compromisso em relação às lutas dos trabalhadores e trabalhadoras.

Manoel dos Santos nasceu em Serra Talhada, no Sertão pernambucano. Filho de um agricultor familiar, começou a trabalhar na roça aos seis anos e ingressou no movimento sindical aos 20. Na década de 1990, presidiu Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Estado de Pernambuco (Fetape).

Entre 1998 e 2009, ocupou também a presidência da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag). Foi ainda o primeiro secretário rural da Central Única dos Trabalhadores e dirigente-fundador do Partido dos Trabalhadores em Pernambuco. envolvido com o PT, se destaca como um companheiro atuante junto às diversas lideranças do partido, sendo então convidado no ano de 2002, para contribuir com o Plano de Governo e ajudar o processo de transição. Como resultado das negociações, pode citar o Programa de Alimentação Escolar - PAA, o aumento dos recursos destinados à Assistência Técnica e ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar - PRONAF.

Eleito deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores - PT conquistou 42.347 votos com expressivo apoio das organizações dos trabalhadores e trabalhadoras rurais de Pernambuco. Manoel Santos priorizou, no seu mandato, a defesa de um projeto de desenvolvimento rural e urbano sustentável e solidário para o Estado.

Além disso, tinha o compromisso com o fortalecimento da agricultura familiar, com a agroecologia, com a reforma agrária e com a defesa dos direitos das comunidades quilombolas, indígenas e tradicionais. Na Assembleia, era líder da bancada do Partido dos Trabalhadores - PT, e titular das Comissões de Agricultura, Pecuária e Política Rural e de Saúde e Assistência Social. Além de suplência em Cidadania e Direitos Humanos e Redação.

Segundo o presidente da CUT-PE, Carlos Veras, o companheiro" Mané de Serra" pautou a sua vida a defender aqueles que, como ele, enfrentaram muitas dificuldades para viver da agricultura familiar no País. "'O parlamentar foi um dos fundadores da CUT e do PT no estado e conquistou um mandato na Assembleia Legislativa, com muita luta e sempre teve uma atuação de destaque na Casa de Joaquim Nabuco, com coragem,dignidade e ética. Deixou um legado que honra classe trabalhadora, uma vez que escreveu na historia dos movimentos sindical e politico a coragem de lutar por uma sociedade justa, igualitária e socialista. Uma perda irreparável para todos nós", afirmou.

Nota Extraída do facebook de Carlos Veras - Presidente da CUT-PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário