quinta-feira, 9 de abril de 2015

Pepsico do Brasil : Em assembléia, 74,59% dos trabalhadores aprovam GREVE por conta do Plano de Saúde


 Na manhã de quarta-feira(08) a direção do Sindicato dos Trabalhadores nas Industrias de Alimentação e Afins do Estado da Bahia - SINDALIMENTAÇÃO-Bahia, estiveram frente a unidade da Pepsico do Brasil em Feira de Santana para atender a convocatória de um EDITAL DE GREVE publicado no Jornal A tarde do dia 21 de março de 2015.

Logo na madrugada, às 03:30 da manhã os dirigentes sindicais já aguardavam a chegada dos trabalhadores.

Além do Sindalimentação, estavam presente dirigentes da FETIABA (Ronaldo Cruz , Veronildo Queiroz e Marclueber Oliveira)
A fábrica fica localizada na BR 324, CIS Subaé em Feira de Santana-Bahia. Atualmente a Pepsico do Brasil conta com aproximadamente 140 trabalhadores diretos.
O objetivo da assembléia foi para tratar sobre o Plano de Saúde UNIMED.
Tanto para o Sindicato quanto para os trabalhadores, este plano vêem trazendo insatisfações e muitos constrangimentos quanto ao seu uso pelos empregados e dependentes da Multinacional Americana.
Além de publicar o Edital, a direção do Sindalimentação Trabalhadores da Alimentação notificou a empresa sobre o problema e solicitou uma reunião para discussão do tema. Após reunião com a direção da empresa no último dia 26, o sindicato retornou a empresa nesta quarta(08) e em assembléia discutiu com os trabalhadores que , por meio de escrutínio secreto decidiu pela GREVE por reconhecer a insatisfação com as mudanças unilaterais da empresa quanto a mudança nos valores de coparticipação e limite de uso no plano UNIMED.
" A mudança que queríamos era para melhorar o plano que já não atende as expectativas e demandas dos trabalhadores; a empresa radicalizou nas mudanças para pior e isso nós não aceitaremos" disse um trabalhador indignado com a postura da empresa.
" Sempre recebemos reclamações quanto a precariedade do uso do plano de saúde UNIMED ; nos últimos dias recebemos denuncias a respeito do aparelho de Raio -X e Ressonância Magnética que estavam quebrados" Comenta Derlan Queiroz Dirigente do Sindalimentação-Bahia. " O que queremos e buscar soluções a fim de resolver os problemas; o sindicato vai continuar lutando ao lado dos trabalhadores até que se possa ter um plano digno de se utilizar" Finaliza Queiroz.
O Sindalimentação-Bahia afirma ainda que o próximo passo agora é NOTIFICAR a empresa sobre o dia e o horário que os trabalhadores entrarão em GREVE. Enquanto isso, a direção do SINDICATO continua a inteira disposição para sentar e dialogar no sentido de resolver o problema em questão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário