terça-feira, 14 de outubro de 2014

TSE suspende propaganda da revista Veja em rádio por apoiar candidatura de Aécio

O ministro Admar Gonzaga do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu liminar para a suspensão imediata de propaganda da revista Veja veiculada no rádio. A publicação da editora Abril teria publicitado um comercial em favor do candidato à Presidência da República Aécio Neves (PSDB). O relator entendeu que no trecho “Aécio Neves (...) promete tirar a Petrobrás das mãos de uma quadrilha” seria uma forma de divulgar um discurso empreendido pelo candidato Aécio Neves sobre o tema polêmico, cerne das discussões entre os dois candidatos na disputa pelo cargo de presidente da República. O ministro acredita que a propaganda “desbordou para o debate político-eleitoral, em período crítico e por veículo impróprio”.
De acordo com representação apresentada pela coligação liderada por Dilma Rousseff (PT), a revista Veja já teria realizado uma conduta semelhante no período eleitoral de 2006, "comprada" pela coligação adversária. Na época, houve a publicação de uma capa da revista apoiando o candidato à Presidência da República Geraldo Alckmin, atualmente governador de São Paulo. A capa teria se propagado por meio de outdoors. O TSE, no momento, determinou a retirada da propaganda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário