sábado, 25 de outubro de 2014

TSE dá direito de resposta ao PT sobre reportagem da VEJA

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu neste último sábado (25), em uma sessão extraordinária, direito de resposta ao PT sobre a reportagem publicada na revista Veja dessa semana. A última edição da revista, extraordinariamente publicada dois dias antes da sua veiculação habitual, trouxe uma denúncia feita pelo doleiro Alberto Youssef, que em processo de delação premiada afirmou que a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula não apenas sabiam, mas estavam envolvidos no esquema dos desvios corrupção da Petrobras. Dilma e Lula negaram as acusações e reprovaram a atitude da revista caracterizando o ato como terrorismo eleitoral, já que a publicação não apresentou provas que confirmassem a declaração de Youssef e ‘guardou’ a notícia para as vésperas das eleições.
Na última sexta-feira (24) o TSE já havia proibido a revista Veja de fazer propaganda em qualquer meio de comunicação da reportagem de capa. De acordo com o ministro Ademar Gonzaga a publicidade da revista pode ser caracterizada como “publicidade eleitoral” em favor do candidato Aécio Neves (PSDB). A candidatura da presidente Dilma afirmou que a Veja tentou influenciar o processo eleitoral com denúncias vazias, às vésperas do pleito presidencial. As decisões são liminares, ou seja, tem efeito apenas imediato, mas ainda serão analisadas e votadas pelos ministros. A decisão, caso seja tomada, estabelece que a resposta da presidente Dilma às acusações devem ser publicadas pela revista de imediato. A próxima sessão do TSE deverá acontecer somente depois das eleições deste domingo (26).

Nenhum comentário:

Postar um comentário