quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Brasil registra 789 casos de chikungunya; Bahia tem maioria dos casos, diz MS

O último balanço da chikungunya no país registrou 789 casos de febre no país, a maioria transmitida na Bahia. Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (29) pelo Ministério da Saúde (MS), outros dois estados registraram casos, Amapá e Minas Gerais. Na Bahia, foram contados 371 casos em Feira de Santana, 82 em Riachão do Jacuípe, dois em Salvador, um em Alagoinha, um em Cachoeira e um em Amélia Rodrigues. Em Oiapoque (AP) foram registrados 330 casos. Também foi registrado um caso em Matozinhos (MG), além de 39 pessoas que tiveram o diagnóstico da doença, mas foram contaminadas fora do país. Nos casos de chikungunya, o paciente não precisa ser internado. Ele é tratado em casa, com remédios para aliviar dores e febre, conforme recomendação médica. Para evitar a transmissão do vírus, é fundamental que as pessoas reforcem as ações de eliminação dos criadouros dos mosquitos. As medidas são as mesmas para o controle da dengue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário