sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Bahia : Mais de 30 mil pessoas em Feira de Santana na caminhada do Partido dos Trabalhadores


Dilma esteve de volta ao Nordeste, na cidade baiana de Feira de Santana nesta quinta (25). Lá, em meio a uma calorosa recepção do povo baiano, participou de uma caminhada ao lado dos candidatos Rui Costa (governador), Otto Alencar (senador) e do governador Jaques Wagner, alem de candidatos a deputados entre outras lideranças.
Dilma falou sobre uma questão essencial para os nordestinos e todos os brasileiros: o trabalho do governo para garantir o acesso à água. O investimento de Dilma e Lula nessa área é o maior da história - e já há resultados: a região acaba de passar pela mais grave seca em décadas. Só que desta vez foi diferente:
 "Nós tivemos uma das maiores secas dos últimos tempos e, pela primeira vez, diante de uma seca dessas proporções, não se viu aquelas cenas terríveis do passado. Onde, diante da seca, as pessoas saqueavam supermercados e feiras, em busca da alimentação que não tinham por conta da falta de água", afirmou.
Isso foi possível graças a uma série de investimentos, tanto emergenciais quanto estruturantes. "Conseguimos passar essa seca baseados em duas coisas: no fato de que as políticas de proteção social foram capazes de garantir renda e também porque providenciamos uma ação emergencial, em que fizemos mais de 1 milhão de cisternas. Aqui, na Bahia, é o local onde mais se fez cisternas".
Dilma citou ainda outras duas medidas: o seguro Garantia Safra, que, ao lado do Bolsa Estiagem, beneficia um conjunto imenso de pequenos agricultires afetados pela seca, os os mais de 1.600 carros-pipa do semi-árido.

"Mas, sobretudo, acho que nos devem orgulhar as obras estruturantes que vão garantir mais de 1000 km de rios que não são perenes sejam perenizados. Aqueles riachos que existem uma época do ano e depois somem passarão a ser rios perenes", explicou.
Entre as obras de recursos hídricos citadas por Dilma estão a Adutora do Algodão e os Sistemas de Cafarnaum, na Bahia; o Eixão das Águas, no Ceará e o Adutor das Vertentes Litorâneas, no Ceará; a Adutora do Pajeú, e do Oeste, em Pernambuco; Piaus e Bocaina, no Piauí; e o Sistema de Seridó, no Rio Grande do Norte.
Durante a caminhada, Dilma reforçou seu compromisso com o povo baiano e brasileiro. "Serei sempre comprometida com a garantia de oportunidades iguais para cada brasileiro. Reduzimos muito a desigualdade nestes País, e agora é a hora de mais Educação, Saúde e Segurança; e de trilhar um caminho no qual a Educação de qualidade seja o nosso grande patrimônio”, declarou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário