terça-feira, 15 de julho de 2014

Samsung interrompe compra com fornecedor acusado de explorar trabalho infantil na China

A Samsung anunciou nesta segunda-feira (14) que interrompeu temporariamente o acordo com um fornecedor da China por causa de uma denúncia de que a empresa utiliza mão-de-obra infantil em sua linha de produção. Na semana passada a empresa sul-coreana foi acusada pela ONG China Labor Watch de fazer vista grossa ao uso do trabalho infantil pelo fornecedor Shinyang Electronics, que produz peças de celulares na fábrica em Dongguan, na China. Após a denúncia, a Samsung informou que realizou investigações independentes e comprovou o fato. Por isso cortaria temporariamente relações com a companhia, pois aguarda o resultado do trabalho da polícia para decidir se o rompimento será permanente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário