terça-feira, 1 de abril de 2014

"Empresa Adinor poderá sofrer sua primeira paralisação" afirmam sindicalistas

Gutemberg (Cipista Perseguido), Carlos Cerqueira (Coord Sindalimentação) e Cedro Silva (Presidente da CUT Bahia)
Na tarde desta terça-feira(01) às 12:40 horas, o Cipista Gutemberg Faustino,aproveitou o horário de almoço para reunir com a direção da Central Única dos Trabalhadores - CUT e direção do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação do Estado da Bahia - SINDALIMENTAÇÃO/Bahia para relatar e pedir providências a respeito das tentativas de coações e perseguissões que a empresa Adinor Indústria e Comércio de Aditivos LTDA veem praticando com os trabalhadores.A empresa fica localizada em Feira de Santana no CIS Tomba e, recentemente foi condenada pelo TST a pagar 200 mil reais pelo motivo de  seus sócios ter instalado câmera dentro do banheiro unissex. Tanto a CUT como Sindalimentação, Sindicato dos metalúrgicos, sindicatos dos Trabalhadores Rurais de Feira de Santana, Sindicato dos Eletricitários, Sindicato dos Petroleiros , Sindiborracha de Camacari ,deram todo apoio e, deixaram claro que só precisam de um  sinal  do SINDALIMENTAÇÃO para fazer um grande ATO frente a fábrica no sentido de protestar contra as atrocidades que a empresa vêem praticando com seus empregados.

No mês passado , assim que percebeu as movimentações da empresa o Cipista procurou a direção do sindicato que de imediato protocolou uma denuncia no MPT e na DRT relatando o terror psicologico que a empresa vêem fazendo com o mesmo e outros empregados.

Após denúncia que foi assinada também por GUTEMBERG, o MPT ouviu o empregado e notificou a direção do Sindalimentação para que pudesse dá uma posição sobre o que foi relatado na denúncia.



Na tarde de segunda-feira(31), o Sindalimentação protocolou um documento no MPT onde fala sobre as praticas da empresa com seus empregados .

Na última semana Fiscais da DRT interditaram alguns maquinários e , após saida dos mesmos a empresa colocou para funcionar novamente. Nesta quarta (02), o Sindalimentação notificará a DRT sobre o descumprimento da empresa

Nenhum comentário:

Postar um comentário