segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

A Mulher na Sociedade de Classes será debatido na UEFS

A Editora Expressão Popular Convida: Lançamento e Debate do Livro “A Mulher na Sociedade de Classes”, de Heleith Saffioti. 
Nessa próxima terça-feira (10/12), às 19h, no Auditório III, Módulo 4 da Universidade Estadual de Feira de Santana, acontecerá o lançamento e debate do livro “A Mulher na Sociedade de Classes”, de Heleith Saffioti, com a presença de Elaine Bezerra, militante da Marcha Mundial das Mulheres. 


“Para Saffioti, o problema da mulher não é algo isolado da sociedade, e superar a opressão feminina só será possível com a destruição do regime capitalista e a implantação do socialismo. O capitalismo pode até se revelar maleável e mesmo permitir e estimular mudanças, mas isto não significa que ele ofereça plenas possibilidades de integração social feminina, já que as características naturais (como sexo e raça) se tornam mecanismos que funcionam em desvantagem no processo competitivo e atuam de forma conveniente para a conservação da estrutura de classes.”

Um comentário:

  1. Companheirada, tudo bem? Concordo com a autora! Para combatermos o Patriarcalismo, o Machismo, o Individualismo, a Concorrência e a Mazimização do Lucro e/ou dos Interesses Individuais, urge Superar a Sociedade Capitalista. Como Conquistar Paz, Amor e Equilíbrio enquanto não tivermos um Brasil com maior Segurança Pública e Qualidade de Vida para a toda a população e principalmente para a Juventude Afrodescendente. Como combater o atual “genocídio” que extermina cerca de 40.000 jovens entre 15 e 24 anos? Preciso de ajuda para divulgar o livro em que analiso como “O GRITO DAS RUAS E O EXERCÍCIO PARA UMA CIDADANIA ATIVA”, deixou a Direita Assustada e a Esquerda Perplexa, o papel do Estado, da Juventude e dos Idosos (as) para Conquistar uma Cidadania Ativa, perceberam que a maioria dos Vereadores (as) contatados não puderam, não quiseram ou não souberam responder de forma clara as perguntas feitas. Gostaria que vocês respondessem pelo e-mail joaobronson@yahoo.comicaEr.br ou rochabronson13@gmail.com e assumirei o Compromisso de repassar-lhes, contribuindo para que Lutem por Políticas Públicas em prol de uma Qualidade de Vida dos 2/3 da População brasileira mais pobre. E não continuem beneficiando mais quem compõe o 1/3 da Classe Média e a minoria mais rica. Lutemos pela Reforma da Lei Orgânica de Feira de Santana e dos demais 5569 municípios, que tornará a Cidade mais Humanizada e mais Solidária. Agradeço-lhe previamente. João Rocha Sobrinho.

    ResponderExcluir