terça-feira, 26 de novembro de 2013

Pepsico do Brasil : Sindicato reage a tirania da Empresa Multinacional Americana

Após assembléia da última sexta-feira(22) , parace que as estruturas da PEPSICO DO BRASIL foram abaladas. A unidade que fica localizada na Bahia, município de Feira de Santana começou adotar metodos anti-democraticos para com os trabalhadores e sindicato da categoria
Com uma nota distribuida entre os seus empregados e com reuniões internas, a multinacional americana tenta desqualificar a representação sindical.
No dia de ontem(25), o sindalimentação -bahia reagiu às investidas da empresa e realizou uma assembléia frente a fábrica para dialogar com os trabalhadores e fazer os contra- pontos com a empresa.
No inicio de uma assembléia que parecia tranquila, um dos Coordenadores da Pepsico do Brasil agrediu verbalmente os Sindicalistas e posteriormente, numa tentativa frutada em intimidar trabalhadores e sindicato, representantes da empresa chamaram a policia militar.
Em solidariedade a luta dos trabalhadores da alimentação do estado da Bahia, estiveram apoiando a ato, o Vice Presidente da CNM, Sindicelpa-Ba, MST, Levante Popular da Juventude, CUT/Ba, Consulta Popular, Sindicato dos Metalurgicos de Feira de Santana.
Mesmo a presença da policia militar os sindicalistas deram continuidade a assembleia que terminou às 15:00 horas. 
Na pauta, além de discutir e debater a nota enviada pela direção da empresa, o Sindicato afirmou que não abre mão de resolver as questões do Plano de Saude , Plano Odontologico, Desvio de Função e Alimentação dos Trabalhadores (café da manhã da produção e administrativo).

















Nenhum comentário:

Postar um comentário