segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Beijar antes, durante ou depois do sexo? Estudo avalia função do beijo nos relacionamentos

Psicólogos experimentais da Universidade de Oxford, no Reino Unido, realizaram uma pesquisa sobre a função do beijo nos relacionamentos. O levantamento entrevistou 308 homens e 594 mulheres com idade entre 18 e 63 anos, a maioria residente na América do Norte e na Europa. A conclusão dos pesquisadores é que o beijo pode ajudar as pessoas a avaliar potenciais parceiros e depois manter esses relacionamentos. Porém, a hipótese de que o beijo teria uma função de elevar a excitação sexual não foi sustentada pelos pesquisadores. Em relações casuais, os participantes da pesquisa apontaram o beijo como mais importante antes do sexo, menos importante durante o sexo, e ainda menos importante depois do sexo e minimamente importante "em outros momentos". Tipos mais exigentes na seleção de parceiros geneticamente aptos e compatíveis (como mulheres, os que se consideram altamente atraentes e os que preferem sexo casual) disseram que o beijo era importante no começo do relacionamento. A explicação é que o beijo serviria para testar de forma rápida a adequação do parceiro. Para outros tipos como homens, os que se julgam menos atraentes e aqueles que buscam compromisso, o beijo é prioritário no começo dos relacionamentos. No caso de homens e mulheres que buscam relações duradouras, o beijo serviria para afirmação do casal. Estas pessoas também beijam menos durante o sexo e consideram o ato de beijar importante antes do sexo e em outros momentos não relacionados ao ato sexual. Informações do New York Times.

Nenhum comentário:

Postar um comentário