quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Governador Mangabeira : Emocionado, Servidor chora ao relatar situação precária de trabalho dos Garis


Nesta manhã (15), A CUT, SINDLIMP, METALURGICOS de FEIRA, SINDALIMENTAÇÃO/BA , Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Gov Mangabeira estiveram reunidos em Governador Mangabeira para discutir problemas que estão acontecendo com os servidores do muncípio que, diga-se passagem é Governado pela Prefeita Domingas da Paixão (PT).

Em meio a reunião que aconteceu no município foi tirando encaminhamento para um outro encontro para a proxima semana e , caso não resolva os problemas dos Servidores de Limpeza Pública os Sindicalistas garantem que haverá uma grande mobilização na cidade de Governador Mangabeira onde todos prostestarão contra a forma TIRANA e DITATORIAL que o governo municipal trata os trabalhadores e trabalhadoras.

  " Ela por ser de nosso partido (PT) poderia tratar melhor seus servidores ; em vez disto, ela (Prefeita) prefere maltratá-los" Comenta Edson Conceição(Dirigente da CUT e do SINLIMP/BA). Após alguns realatos do que veem acontecendo no município, bem como os maus tratos com os Servidores que não tem a mínima condições de exercerem seu trabalho, os sindicalistas dizem que não perdoam a atitude cruel da Prefeita Domingas da Paixão (PT).


"Não temos fardamento, não temos salários dignos, o sol quente torra nosso "coro", não dão protetor solar, ela cortou o café da manhã nosso, não temos um plano de cargo e salários, somos perseguidos com corte de dia de trabalho, eles nos colocam no sol quente para tirar mato e ainda querem tirarar nossa dignidade" Diz uma Servidora que emociada acaba chorando ao lado da CUT e dos Sindicalistas. " A Prefeita diz que foi empregada doméstica e sofreu muito mas, o que parece é que ela quer descontar todo seu sofrimento nos GARIS de Governador Mangabeira" ComentaJosenilton Ferreira Pereira - CEBOLA (Dirigente da CUT e dos Metalurgicos de Feira de Santana). " Vamos combaté-la e enfretar essa prefeita de frente" Conclui Cebola.

Nenhum comentário:

Postar um comentário