terça-feira, 24 de setembro de 2013

TST condena Coelba por ter acusado uma funcionária injustamente

A Sétima Turma do Tribunal Superior do Trabalho condenou a Coelba a pagar uma indenização de R$ 50 mil para uma funcionária aposentada da companhia. Ela teria sido acusada pela concessionária de energia de ter se apropriado indevidamente de R$ 500,00 em uma atividade de sua função como analista comercial, dinheiro relativo ao pagamento de um acordo de parcelamento pago por um cliente.
 
De acordo com a vítima, dois gestores da empresa se dirigiram a ela em voz alta chamando a mulher de trambiqueira e trapaceira, além de ameaçá-la de demissão por justa causa. Toda a situação teria acontecido na frente da filha da ex-funcionária. Uma sindicância na empresa descobriu que a aposentada era inocente. Com informações do Correio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário