sábado, 21 de setembro de 2013

Governo do Japão criará programa parecido com o Bolsa Família de Lula

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, seguiu a receita do ex-presidente Lula na "marolinha" e fez declarações públicas que estimulam a população a gastar mais no mercado interno para ajudar a economia do país a crescer. "Agora no Japão é a hora de comprar", disse Abe.  Outra medida em estudo para ser tomada é o pagamento de 10.000 ienes (cerca de R$ 227) para famílias que são isentas de imposto. A medida atinge cerca de 24 milhões de domicílios. Também estuda-se o pagamento de 15.000 ienes (cerca R$ 340) por pessoa, para os mais de 10 milhões de famílias de baixa renda que recebem pensões ou subsídios. É uma espécie de Bolsa Família adaptado à realidade japonesa. A medida visa compensar, para as famílias de menor renda, o aumento do imposto nacional sobre vendas que entrará em vigor em 2014, necessário para cobrir os custos da previdência social da envelhecida população japonesa. Com isso, espera-se manter a atividade econômica do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário