segunda-feira, 9 de setembro de 2013

CUT deixa seu recado no 19º Grito dos Excluídos de Feira de Santana.

Manifestantes "furam" o bloqueio militar e ocupam espaço dentro do desfile cívico para protestar.
No último dia 07 de setembro foi realizado a 19ª edição do Grito dos Excluídos. Diferente de outros anos, os manifestantes tomaram às ruas de Feira de Santana - Bahia com palavras de ordem, discurssos fortes e muito protestos. 
Logo na concentração às 06:00 da manhã do sábado (07), a CUT, sindicatos filiados e movimentos sociais já articulavam para não ficarem no fim da fila. Assim que chegaram os organizadores do desfile cívico, os manifestantes já começaram a sentir o gosto amargo da exclusão social. Eram soldados prá lá . . . soldados prá cá . . . E, probições a exemplo de uma exigência para desligar o carro de som, fora os empurrões sofridos pelos manifestantes para que os mesmos ficassem no final do "desfile".
Calados mas, pensativos , assim que começaram as movimentações os manifestantes foram rápidos e furaram o bloqueio militar deixando para trás mais de 10 alas do "desfile cívico". E assim foi o Grito  . . . marcando história, protestando e fazendo os politicos que ali estavam  presentes em uma palanque armado proxímo ao terminal rodoviario,  ouvir o grito e o clamor da população que pediam fim da violência, redução da taxa de iluminação pública, CPI dos Transportes, Fim da PL 4330, investimentos em saúde, investimentos em educação, dentre outros.






Nenhum comentário:

Postar um comentário