sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Conselho de Segurança da ONU aprova resolução que obriga Síria a entregar arsenal químico

O Conselho de Segurança da ONU aprovou na noite desta sexta-feira (27), por unanimidade, uma resolução que obriga o governo sírio a entregar o seu arsenal químico. Esta é a primeira medida adotada pelo órgão da ONU sobre a Síria desde o começo da guerra civil no país, no início de 2011. Três tentativas anteriores foram vetadas por Rússia e China. De acordo com o G1, a ação foi decidida logo após o comitê executivo da Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq) aprovar o plano sírio para entrega de armas. Aprovada depois de grande negociação entre os Estados Unidos e a Rússia, a resolução – que teve o aval dos 15 integrantes do conselho – exige a extinção do arsenal, mas não detalha ações punitivas caso o regime de Bashar al-Assad obedeça as regras. A Síria é pressionada pela comunidade internacional a se desfazer de suas armas químicas após um ataque, em 21 de agosto, que causou centenas mortes na periferia de Damasco. Os EUA acusam o governo sírio de utilizar gás sarin no atentado, o que teria provocado a morte de no mínimo 1.429 civis. O regime de Assad nega a autoria do ataque e o atribui a rebeldes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário