quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Chiclete: advogado diz que denúncias de dívidas são irresponsáveis e mentirosas

Desde o anúncio da saída do cantor Bell Marques da banda Chiclete com Banana que notícias sobre possíveis dívidas trabalhistas e tributárias têm circulado na imprensa, revelando um débito de R$ 30 milhões do Chiclete com empresas terceirizadas. 
Mas, em contato com o site Bocão News, na manhã desta quinta-feira (12), o advogado do grupo há 20 anos, explica que "estas notícias que têm circulado são de extrema irresponsabilidade. São mentirosas. O Chiclete com Banana, do grupo Mazana, que é de Bell Marques, não possui nenhuma dívida trabalhista em execução", revela, pontuando que as informações que estão sendo divulgadas tratam dos blocos Nana Banana. "Os blocos Nana e Camaleão não são do Chiclete. São da Central do Carnaval. Somos clientes da Central", afirmou.
Najar ressalta ainda que a Mazana/Chiclete com Banana não é sócio nem da Central, tampouco dos produtos da empresa. "Desafio quem me mostrar um processo trabalhista contra o Chiclete ou contra Bell. O único e conhecido publicamente foi o de Johnny, cuja ajuda é dada a ele até hoje. Acho que de alguma forma tentam denegrir a imagem de Bell. Isso é um absurdo", resumiu.
 
A despedida

O cantor Bell Marques vai seguir em carreira solo. O próprio artista confirmou a informação, com exclusividade, ao apresentador Zé Eduardo. Recebendo Zé na loja Ana Import, bastante emocioando, Bell explicou o fim da parceria que fez história no Carnaval da Bahia e construiu um sucesso de 30 anos. "É decorrente de um desgate natural na banda. Tenho amizade com todos, com meu irmão, mas não estava tendo o prazer mais de tocar. Quero revigorar", afirmou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário