sábado, 3 de agosto de 2013

PEPSICO : Com reajuste de 51,5% no tickt alimentação e maior piso da categoria, trabalhadores aprovam o ACT 2013/2014

 "Esse foi um dos melhores Acordos que fechamos na categoria da alimentação no estado da Bahia; conquistamos o nosso maior piso salarial  e o maior reajuste no tickt alimentação" afirmou Carlos Cerqueira (Coordenador Geral do Sindalimentação) em entrevista ontem(02) ao programa De Olho na Cidade da rádio sociedade de Feira de Santana 970 am. 
Em assembléia durante o dia de ontem(02) em frente a unidade da PEPSICO na cidade de Feira de Santana - Bahia, os trabalhadores da fábrica ouviram atentamente as informações do sindicato sobre as novas propostas da empresa após reunião da última quinta-feira(01) entre sindicato e direção da empresa. Após explanações , o dirigente Derlan Quieroz Conclamou : " O acordo coletivo não deve ser o inicio nem o fim de nossa relação; precisamos fortalecer a cada dia a luta e a unidade dos trabalhadores para avançarmos em outras questões que estão gerando insatisfações dos trabalhadores aqui na PEPSICO; reconhecemos que tivemos avanços neste acordo mas, precisamos melhorar as condições do plano médico e odontológico, bem como às questões dos convênios com farmácia, material escolar e oftalmológicos'' . Concluiu o Sindicalista. 

A fábrica possui aproximadamente 155 trabalhadores e destes, 102 foram às urnas para, por meio de escrutínio secreto decidir pela aprovação ou não do ACT (Acordo Coletivo de Trabalho ) 2013/2014.
Após apuração, foram computados 83 votos a favor das propostas, correspondendo a 81,4% dos trabalhadores e, 19 votos contra as propostas que correspondeu a 18,6%.

Durante a assembléia os trabalhadores votaram nas seguintes propostas : Piso Salarial de R$ 1.050,20 , Tickt Alimentação R$ 200,00 liquido, Adicional Noturno 35%, Ajuda a Filhos com Necessidades Especiais R$ 150,00, Estabilidade de Emprego por 30 dias após retorno de férias e Complementação salarial durante 180 dias enquanto os trabalhadores estiverem no INSS recebendo valores inferiores ao seu salário na fábrica.

O sindicato ainda afirmou que toda a conquista nas proposas foi fruto da grande mobilização dos trabalhadores frente a fábrica que, na quinta feira do dia 25 de julho estiverem mobilizados em assembléia ampliada em que aprovaram o encaminhamento da publicação de um Edital de Greve caso a empresa não trouxesse números convincentes para os trabalhadores.



Nenhum comentário:

Postar um comentário