terça-feira, 27 de agosto de 2013

Fraude milionária no INSS envolveria jogador de futebol

Investigação da Polícia Federal indica que 169 pessoas se beneficiaram de uma fraude contra a Previdência Social em São Paulo que causou um rombo que pode chegar a R$ 5 milhões. As informações foram divulgadas ao Fantástico, neste domingo (25), pelo delegado federal Ulisses Francisco Mendes. O esquema envolveria o repasse de auxílio-doença para pessoas que pagassem propinas a servidores do INSS. Segundo a denúncia, a quadrilha falsificava os exames que eram apresentados na perícia do INSS em um centro médico em Carapicuíba, que hoje está fechado. Servidores e peritos da Previdência Social também participariam do esquema. O jogador de futebol Andrei Frascarelli, que já passou por Palmeiras, Flamengo, Santos e equipes da Argentina, Espanha e Alemanha, estaria entre os beneficiados. De acordo com as investigações, ele recebia auxílio-doença de quase R$ 3 mil por mês devido a problemas no joelho, mas participou do torneio Rio-São Paulo de showbol em 2012, quando já recebia o benefício. A advogada de Andrei afirma que a participação do atleta no campeonato foi um equívoco e rendeu mais problema para o joelho do jogador. Os supostos líderes da quadrilha, os irmãos Marcos e Vanderlei Agopian, estão foragidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário