sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Emprego na indústria fica estável em junho, diz IBGE

O emprego na indústria ficou estável na passagem de maio para junho, na série livre de influências sazonais, informou nesta sexta-feira (9), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com junho de 2012, no entanto, o emprego industrial caiu 0,4% em junho deste ano. No acumulado de 2013, os postos de trabalho na indústria recuaram 0,7%, enquanto em 12 meses acumulou queda de 1,1%. O número de horas pagas pela indústria, descontadas as influências sazonais, caiu 0,6% em junho ante maio. Em relação a junho de 2012, o indicador recuou 0,4%. No ano, o indicador acumula queda de 0,9% e, em 12 meses, recuo de 1,4%. Comparando o resultado de junho com igual mês de 2012, o IBGE revelou que as taxas foram negativas em oito dos 14 locais pesquisados e em dez dos 18 ramos pesquisados. Em termos setoriais, as principais influências negativas partiram de calçados e couro (-6,5%). Em contrapartida, as principais influências positivas partiram de alimentos e bebidas (+2,1%) e Transporte (+3%). O valor da folha de pagamento real dos trabalhadores da indústria caiu 1,4% em junho ante maio, pelo indicador ajustado sazonalmente. No ano, a taxa acumulada é é de alta de 2,7% e, em 12 meses, alta de 3,8%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário