quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Dilma reclama de 'preconceito' contra médicos cubanos

A presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou nesta quarta-feira (28) que há um "imenso preconceito" no país contra a chegada de cubanos para atuarem no programa Mais Médicos. Segundo Dilma, os cubanos "têm estatuto próprio" sobre o recebimento de salários, que não serão pagos diretamente aos profissionais. "É um imenso preconceito esse que a gente vê sendo externado contra os médicos cubanos", disse Dilma em entrevista à Rádio América, de Belo Horizonte (MG). A petista também ressaltou que a forma de pagamento dos cubanos "é diferente dos demais", mas que os familiares deles receberão o pagamento em Cuba. Segundo a Veja, o convênio do governo federal é intermediado pela Organização Panamericana de Saúde (Opas). Segundo Dilma, o valor da bolsa será de R$ 10 mil. O governo brasileiro estima que os cubanos possam receber de R$ 2,5 mil a 4 mil, porque o restante será retido pelo governo cubano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário