sábado, 31 de agosto de 2013

CUT mostra força no Dia de Paralisação Nacional

No dia 30 de agosto - Dia Nacional de Lutas a CUT mostrou força também na cidade de Feira de Santana - Bahia. A atividade é organizada nacionamente pela CUT e as outras Centrais Sindicais. 
A Br 324 foi interditada nos dois sentidos (Feira X Salvador e Salvador X Feira) às 04:00 da manhã. Ambulãncias e veículos que transportavam pessoas para médico eram liberados imediatamente por uma via deixada pelos sindicalistas.
Fábio Dias ( Presidente dos Metalurgicos Feira e Vice Presidente da CNM)
Com o lema " SOMOS FORTES, SOMOS CUT " os diversos sindicatos filiados a entidade gritavam palavras de ordem e discurssavam em defesa dos direitos dos trabalhadores. 
Josenilton Ferreira - CEBOLA (Sec Organização CUT-Bahia)
Desde às 03:30 da manhã os sindicalistas já estavam na BR 324 Km 519 nas imediações da churrascaria Minuano. Durante a manifestação do dia de ontem, 30 entidades estiveram envolvidas. Os transeuntes que passavam pelo local acenavam apoiando a manifestação.
A rodovia ficou interditada totalmente das 04:00 às 06:00 da manhã. Depois desse horário, em negociação com a PRF (Policia Rodoviaria Federal) os manifestantes resolveram liberar parcialmente uma via mas, o transito continuou muito lento chegando a provocar um engarrafamento de 10 km.
Durante o protesto, além dos discursos em carro de som, os sindicalistas realizaram panfletagem no sentido de explicar a população os motivos da Paralisação Nacional. De todos os pontos, dois deles foram os mais criticados pelos Sindicalistas: O Primeiro foi o PL 4330 do Deputado Federal Sandro Mabel do PMDB-GO que tem como relator o então Deputado Federal Arthur Maia que também é do PMDB-BA . Neste PL da terceirização os Sindicalistas "desceram o pau" no projeto e nos Deputados.
O Segundo foi a taxa de iluminação pública de Feira de Santana onde o Prefeito Municipal, José Ronaldo de Carvalho do DEM-BA reajustou em 100%. " Esse Prefeito anda na contra mão da história pois, enquanto o Governo Federal reduz a TIP aqui ele reajusta em 100%; é uma vergonaha! exclamou Josenilton Ferreira - CEBOLA (Secretário de Organização da CUT/BAHIA)
Nos panfletos eram expostos a pauta nacional e a específica/local . Dentre os pontos nacionais estavam : 1) Fim do Projeto de Lei 4330 que amplia a terceirização, 2) Fim do Fator Previdenciário, 3) Redução da Jornada de Trabalho de 44 para 40 horas , sem redução de salários, 4) Reforma Agrária, 5) Reforma Politica, 6) Democratização dos Meio de Comunicação, 7) 10% do PIB para a Educação, 8) 10% do Orçamento da União para a Saúde, 9) Fim dos Leilões do Petróleo e Transporte Público de qualidade e Mobilidade Urbana.
Já nos pontos específicos/locais os sindicalistas exigiam : 1) Passe Livre, 2) Combate a Seca, CPI dos Transportes, 3) PDDU contrído democraticamente, 4) Redução da Taxa de iluminação Pública e 5) Contra as Terceirizações e em Defesa do Hospital Estadual da Criança. 
Mesmo com um grande engarrafamento devido ao bloqueio da pista, o movimento transcorreu ordeiro, pacífico e tranquilo. A PRF ( Policia Rodoviária Federal) através do Inspetor Carlos (foto) conduziu muito bem as negociações acordando com os manifestantes a liberação total da via às 09:00 da manhã.
Após liberarem a Br 324 que ficou interditada por 5 (cinco) horas, os manifestantes dirigiram-se para o HEC - Hospital Estadual da Criança onde lá realizaram atos em defesa de uma melhor saúde pública. Além disso os sindicalistas e movimentos sociais de Feira de Santana repudiaram o modelo de administração do Hospital por conta das diversas demissões que aconteceram na unidade. 
" Há muitas demissões e agora eles estão contratando através de Terceirizações para pagar um salário bem menos para fazer as mesmas funções que os trabalhadores anteriores faziam aqui" Relatou o Derlan Queiroz ao repórter Valdir Moreira Programa Linha Direta com o Povo da Rádio Sociedade 970 am
Sem ônibus coltivo e com a Br 324 fechada nos dois sentidos, o cemércio de Feira de santana também não funcionou. Na avaliação dos sindicalistas o movimento foi vitorioso e mais forte que o do dia 11 de julho.
Nas fotos , lojas fechadas na Av Getúlio Vargas, Avenida JJ Seabra, Av Senhor dos Passos , Av Conselheiro Franco, Av da Câmara de Vereadores, Av Presidente Dutra, dentre outras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário