quarta-feira, 7 de agosto de 2013

938 profissionais confirmam interesse no Mais Médicos; Na Bahia, apenas 85 vão trabalhar

Menos de mil médicos confirmaram participação no Programa Mais Médicos do governo federal. O número foi anunciado nesta terça-feira (6) pelo Ministério da Saúde, que confirou 938 médicos no atendimento a 404 cidades. Segundo o ministério, as vagas preenchidas equivalem a 6% da demanda dos municípios, com a necessidade de contratar 15.460 profissionais para completar a necessidade do Sistema Único de Saúde (SUS). O governo ainda informou que a quantidade de participantes do programa é 53% menor que o número de profissionais inscritos (1.753 médicos afirmaram interesse em participar do Mais Médicos, mas 815 não concordaram com o local para o qual foram direcionados). Foi informado que dos 938 profissionais confirmados na primeira etapa, 51,8% atuarão nas periferias de capitais e regiões metropolitanas e 48,1%, em cidades do interior de alta vulnerabilidade social. Quase metade deles se formou entre 2011 e 2013. Entre os 404 municípios que irão receber médicos pelo programa, 213 estão em regiões com 20% ou mais da população em situação de extrema pobreza, 111 em regiões metropolitanas, e 24 são capitais. Foram atendidos, ainda, 16 distritos sanitários indígenas. 
O Nordeste foi a região mais contemplada: 372 médicos direcionados a 203 cidades. Em seguida, vem a região Sudeste, com 216 médicos para 77 municípios. A região Norte vai receber 144 profissionais distribuídos em 49 áreas. Outros 107 vão para 53 cidades da região Sul e 99, para 22 municípios do Centro-Oeste. Os Estados que receberão mais médicos são Ceará (91), Bahia (85), Goiás (70), Minas Gerais (64), Espírito Santo (58), Pernambuco (55), Rio de Janeiro (49), Rio Grande do Sul (47), Amazonas (45) e São Paulo (45). Informações de Débora Alves, Agência Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário