sábado, 15 de junho de 2013

Brasil tem a economia mais fechada do G-20

O Brasil é a economia mais fechada do G-20 e uma das mais protecionistas do mundo. O alerta é da Câmara Internacional de Comércio, que na última terça-feira (11) publicou seu informe bianual sobre as barreiras às exportações no mundo, assim como os entraves em infraestrutura e burocracia. Para a entidade, o Brasil é mais fechado hoje que no início do governo de Dilma Rousseff e está abaixo da média mundial em termos de abertura ao mundo. Em um ranking das 75 maiores economias, o Brasil aparece apenas na 68ª posição entre os mais abertos. Apenas oito países seriam mais fechados que o Brasil, entre eles Quênia, Paquistão e Venezuela. Em comparação ao ranking de 2011, o Brasil subiu uma posição, mas é mais fechado hoje que há dois anos. Em uma pontuação de 1 a 6, com 6 para as economias mais abertas, o Brasil somou apenas 2,2 pontos, enquanto em 2011 tinha 2,3 pontos. Estão em situação melhor países como Argentina, Índia, Egito, China, Rússia e Arábia Saudita. A avaliação leva em conta a política comercial, a abertura a investimentos e infraestrutura que permitam o fluxo de comércio. A liderança no ranking é de Hong Kong e Cingapura, as economias mais abertas. Os piores seriam o Sudão e a Etiópia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário