sábado, 15 de junho de 2013

Brasil não decepciona e vence o Japão na estreia da Copa das Confederações

O Brasil venceu o Japão por 3 a 0 neste sábado (15), em Brasília, na estreia da Copa das Confederações. O primeiro gol foi marcado pelo atacante Neymar, que desencantou após nove jogos sem balançar a rede. Paulinho e Jô ampliaram para o time canarinho. O próximo compromisso da equipe comandada por Felipão é na quarta-feira (19) contra o México, no Castelão, em Fortaleza.

O JOGO
 
O Brasil tentou logo o primeiro ataque. Hulk foi ao fundo pela esquerda, mas cruzou mal, e o Japão afastou o perigo. Mas, aos dois minutos, Marcelo fez um lançamento, Fred ajeitou de peito para Neymar, que mandou um chutaço de primeira, no ângulo esquerdo do goleiro japonês e abriu o placar no Mané Garrincha.
 
Os japoneses tentaram responder aos oito minutos. Honda recebeu cruzamento na área e pega de primeira. Mas o chute foi longe e não assustou o goleiro Júlio César.
 
No entanto, após os dez minutos iniciais, o Brasil puxou o freio de mão e se limitou a trocar passes no meio de campo. O time japonês também não se arriscava e ficava todo atrás da linha da bola, esperando por um erro dos donos da casa. 
 
A primeira boa oportunidade do Japão apareceu aos 20 minutos. Honda recebeu pelo meio e chutou. A bola quicou, e Julio César bateu-roupa, mas segurou a bola na sequência. Mas o Brasil não deixou barato. Logo depois, Hulk tabelou com Daniel Alves, invadiu a área e bateu cruzado. Bola desviou, Kawashima espalmou, e a zaga cortou antes da chegada de Paulinho.
 
Ao roubar a bola e sair com velocidade, o Brasil mostrou ser perigoso.  Aos 40, Hulk é acionado pela direita. Ele cortou para dentro e mandou um foguete do bico da área. A bola foi ao lado de fora da rede. Um minuto depois, Fred puxou o contra-ataque. Neymar devolveu para o camisa 9, que chutou cruzado na área, mas goleiro espalmou e ainda evitou a sobra para Neymar. E o primeiro tempo terminou 1 a 0 para o time canarinho.


Brasil marca mais dois e garante triunfo na estreia
 
Assim como na etapa inicial, o Brasil começou arrasador.  Aos dois minutos, livre na área, Paulinho recebeu de Daniel Alves e chutou por baixo de Kawashima e assim ampliar o placar no Mané Garrincha.
 
Logo depois do gol sofrido, o técnico Alberto Zaccheroni tratou logo de mexer na equipe. Tirou o meia Kiyotake e colocou o atacante Maeda. Mas a mudança, não surtiu muito efeito. O Japão pouco chegava ao ataque e parava na marcação brasileira.
 
Aos 20, empurrado pela torcida, Neymar fez graça sobre Uchida e aplicou um belo drible. Abriu para Oscar, que cruzou para a área, mas Fred não conseguiu chegar a tempo.
 
Sem conseguir furar o bloqueio defensivo do Brasil, o Japão investia nos lançamentos longos. Até que aos 26, falta para os japoneses. Honda cobrou na barreira, a bola ficou pipocando na área e Maeda pegou a sobra e chutou rasteira. Mas o Julio César segurou firme.
 
Antes de ser substítuido, Fred tentou marcar o seu. Aos 36, após cobrança de escanteio, o camisa 9 subiu marcado, desviou de cabela, mas a bola saiu longe do gol. Com vantagem no placar, a Seleção adotou uma postura mais cautelosa e trocou muitos passes no seu campo. Mas o time canarinho queria mais. Aos 46, Jô recebeu belo passe marcou o terceiro gol.

FICHA TÉCNICA
BRASIL X JAPÃO
Copa das Confederações
 
Local: Mané Garrincha, Brasília (DF)
Data-Hora: 15/6/2013 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Pedro Proença (Fifa-POR)
Auxiliares: Bertino Miranda (Fifa-POR) e Jose Trigo (Fifa-POR)
Gols: Neymar, Paulinho e Jô
 
BRASIL: Julio Cesar, Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva, Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Oscar; Hulk, Neymar e Fred. TÉC: Luiz Felipe Scolari
 
JAPÃO: Kawashima, Uchida, Yoshida, Konno, Nagatomo; Endo, Hasebe, Okazaki, Honda; Kagawa e Maeda. TÉC: Alberto Zaccheroni

Nenhum comentário:

Postar um comentário