quinta-feira, 2 de maio de 2013

Feira de Santana : Direção da Empresa ameaça chamar a Policia para o Sindicato e Trabalhadores


Na manhã da última terça-feira(30), o SINDALIMENTAÇÃO Bahia chegou frente a fábrica da COCADINHA DA BAHIA às 06:30 da manhã e aguardou a chegada dos trabalhadores para realizar uma Assembléia Ampliada.
Após 10 anos de massacre aos trabalhadores, a Empresa que fica localizada no CIS - TOMBA, cidade de Feira de Santana-Bahia, conta com atualmente com 26 empregados e foi surpreendida pela força do SINDICATO. 

Mesmo com chuvas e FORTES AMEAÇAS da Direção da Empresa em chamar a POLICIA, trabalhadores e Sindicato mantiveram-se firmes e realizaram a Assembléia até às 08:40 horas.
Talvez às ameças para tentar coibir a Assembleia com os Trabalhadores seja por conta das IRREGULARIDADES trabalhistas praticadas pela Empresa a exemplo de:

a) Não conceder Vale Transporte aos Trabalhadores ; b) Pratica de Banco de Horas sem ACORDO com o Sindicato; c) Compensações sem ACORDO com o Sindicato , dentre outras.

Na Assembléia foi discutida a PAUTA DE REIVINDICAÇÃO e reavaliada como a Empresa está ENRROLANDO para não avançar nas NEGOCIAÇÕES da primeira assinatura de ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) que terá validade de 01 (um) ano 2013/2014. 
No momento da Assembléia, Trabalhadores e Sindicato presenciaram o investimento que a empresa está fazendo com a entrada de uma CALDEIRA NOVA para aumentar ainda mais a produção. " Graças a DEUS que a Empresa está bem com investimentos em equipamentos novos e isso sinaliza que poderá pagar salários e beneficios melhores para os trabalhadores" Disse Francisco Cawboy (Dirigente do Sindalimentação).

Após muita pressão frente a fábrica, uma Sócia da Empresa ligou para a Direção do Sindicato e decidiu voltar a negociar marcando uma reunião para a proxíma terça-feira, 07 de maio de 2013 às 10:00 no Sindicato. Na atividade, contamos também com o apoio da CUT através do companheiro Metalúrgico Josenilton Ferreira (CEBOLA).

O comunicado foi passado para os trabalhadores através do SINDICATO e a Assembléia foi encerrada.

A LUTA CONTINUA . . .

Nenhum comentário:

Postar um comentário