quinta-feira, 25 de abril de 2013

Após falha em sistema de proteção, Angra 1 é reativada

A usina nuclear de Angra 1 foi reativada e deve ser conectada ao Sistema Interligado Nacional (SIN). O processo, segundo executivos da Eletronuclear, aconteceu na noite da terça-feira (23). A falha que motivou a desativação da estrutura teria ocorrido no cartão eletrônico do sistema de proteção do reator, repetida na última semana. A demora para o retorno das atividades foi atribuído à dificuldade para se detectar o problema. "O sistema eletrônico de Angra 1 é antigo e identificar qual a origem levou um pouco de tempo (...) por isso estamos fazendo investimentos para modernização de instrumentação e controle para estender a vida da unidade", acrescentou Leonam Guimarães, assessor da presidência da Eletronuclear. Sobre o cronograma de conclusão da usina nuclear Angra 3, o prazo foi prorrogado para junho de 2016, devido a disputas judiciais que envolvem os editais de licitação.
Em maio será lançado o edutal para montagem eletromecânica e será firmado o contrato, já estabelecido, com a francesa Areva, responsável pela instrumentação e controle. O atraso vai aumentar o custo financeiro da construção, já orçado em 10,3 bilhões de reais. Informações da Reuters. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário