quarta-feira, 27 de março de 2013

"Hoje é o dia mais triste da minha vida", diz Gandarela após renúncia


A prefeita de Madre de Deus, Carmen Gandarela (PT), renunciou o mandato no fim da tarde desta terça-feira (26), na Câmara de Veradores da cidade. A petista não compareceu à sessão e, através de carta - lida pelo secretário de Governo, Luiz Montal, a renúncia foi proferida, o que causou lágrimas no secretário, nos vereadores e vários popuares presentes no local.

Gandarela não será mais a prefeita do município a partir do dia 1º de abril. O vice-prefeito Jeferson Batista irá assumir a gestão de Madre de Deus. O motivo da renúncia da prefeita não foi esclarecido, mas ao que tudo indica, de acordo com com os vereadores, seria por conta de um problema de saúde. Nenhum integrante da equipe da prefeita, porém, quis esclarecer o verdadeiro motivo.

Na leitura da carta que proferiu a renúncia, o secretário e alguns vereadores se emocionaram, aplaudiram e um clima de comoção tomou conta da Câmara. "Hoje é o dia mais triste da minha vida", proferiu Gandarela através da carta. A mensagem também pede que a população acolha o futuro prefeito, que poderá levar a cidade a continuar seu caminho de prosperidade, uma vez que já foi prefeito por sete meses anteriormente.

Os vereadores no pleito discursaram individualmente para falar da prefeita e foi unanimidade entre edis de oposição e situação de que, apesar de divergências que pudessem ter havido ao longo dos anos, havia uma relação de respeito pessoal entre eles e a gestora adoecida. Um dos parlamentares relatou que visitou Carmene e que "a prefeita não está bem" e pediu orações. 

Carmen Gandarela (PT) foi escolhida como gestora da cidade após a cassação de Eranita de Brito (PMDB), em março de 2012. Em outubro do ano passado, Gandarela também disputou o pleito e venceu Dailton FIlho (PMDB) com mais de 65% dos votos. Informações Bocão News

Nenhum comentário:

Postar um comentário