domingo, 10 de março de 2013

A cada 5 minutos, uma mulher é agredida pelo atual ou ex-companheiro


No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, as estatísticas oficiais mostram que, ao menos do ponto de vista da violência contra o sexo feminino, não há motivos para festejar. Em 70,19% dos casos da violência doméstica contra a mulher, o agressor é o companheiro ou o cônjuge da vítima. Quando se acrescenta os demais vínculos afetivos (ex-marido, namorado e ex-namorado), esse dado sobe para 89,17%. No Brasil, uma mulher é agredida a cada cinco minutos e, quase sempre, o crime acontece dentro da própria residência do casal. É o que revela a reportagem de capa do Correio Braziliense deste domingo (10). Em entrevista ao Bahia Notícias, a  superintendente de Políticas para as Mulheres de Salvador, Mônica Kalile, fala sobre um fenômeno que pode ser qualificado como duplamente covarde: o crescimento da violência contra a mulher idosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário