sábado, 23 de fevereiro de 2013

Trabalhadores da Nestlé realizam protesto contra condições de trabalho


Durante o protesto, dois pontos estavam em pauta para serem discutidos. Um deles foi a questão do assédio moral e o outro sobre os trabalhadores que sofrem lesões no trabalho.
Trabalhadores da empresa Nestlé, localizada na BR-324, Feira de Santana, realizaram nesta sexta-feira (22) um protesto, que faz parte de um movimento estadual e que foi realizado na última segunda-feira (18) na unidade da cidade de Itabuna. Durante o protesto, dois pontos estavam em pauta para serem discutidos. Um deles foi a questão do assédio moral e o outro sobre os trabalhadores que sofrem lesões no trabalho.
 
Segundo Derlan Queirozdiretor do Sindicato dos Trabalhadores emAlimentação, a empresa tematualmente, 800 trabalhadores e cercade 200 estão lesionadosEle afirmou que a cada dia o sindicatorecebe cerca de quatro trabalhadores lesionados da Nestlésendoque a maioria das doenças está relacionada a lesões nos ombros.
 
“Fizemos esse ato de protesto para alertar a empresa e trazer essasreflexões para os trabalhadores sobre esses dois pontosSobre aquestão do assédio moral, por exemploos trabalhadores sofremmuita pressão psicológica e isso gera desmotivação.”, afirmou.
 
diretor do sindicato informou ainda que uma reuniãoque serárealizada em Salvador,  está marcada com a direção da empresa,que tem representantes de São Paulo. “Antes da reunião  estamoslavando o recado para a direção da empresapois tivemos umareunião anterior e nada foi resolvidoQueremos que quandosentarmos para conversar a direção da Nestlé nos apresente umasolução.” Informações Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário