sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Itabuna: Funcionária obrigada a mostrar roupa íntima será indenizada

Uma funcionária da empresa Itabuna Têxtil, localizada na cidade de Itabuna, no sul da Bahia, será indenizada em R$ 16 mil por ser obrigada a mostrar as roupas íntimas em revistas pessoais. 
A decisão foi da 7ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho. Segundo a empregada, todos os dias ela era constrangida e obrigada a mostrar suas peças íntimas e tinhas seus objetos pessoais revistados para que o estabelecimento pudesse atestar que nada havia sido roubado. 
A sentença entendeu que houve abuso do poder de fiscalização do empregador e condenou a Itabuna ao pagamento de R$ 2 mil. A trabalhadora recorreu ao Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT-5) para aumentar o valor da compensação, entretanto, o TRT-5 manteve o valor. 
A funcionária apelou e conseguiu obter o aumento.
A relatora, ministra Delaíde Miranda Arantes, entendeu que "levando-se em consideração as peculiaridades do caso concreto, o valor mantido pelo TRT era desproporcional". Informações Bahia Noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário