terça-feira, 22 de janeiro de 2013

UPB: Quitéria lança chapa com “tropa de choque” do governo


Apesar de insistentes declarações de que tratava-se de uma chapa de prefeitos para prefeitos, o lançamento da candidatura de Maria Quitéria (PSB) à presidência da União dos Municípios da Bahia (UPB) foi uma demonstração de que o governo deseja intensamente continuar no controle da entidade. Além dos integrantes da chapa, um batalhão de representantes de partidos, deputados e autoridades estavam na sede da UPB para demonstrar a importância do ato.
 
Entre os presentes estavam os presidentes do PT e PDT no estado, Jonas Paulo e Marcelo Nilo, os deputados federais Daniel Almeida (PCdoB), Nelson Pelegrino (PT), Amaury Teixeira (PT), o deputado estadual Cacá Leão (PP) e prefeitos de Candeias e São Francisco do Conde, Sargento Francisco (PMDB) e Rilza Valentim (PT). Todos davam a chancela de suposta unidade e continuidade à chapa, que prega confiança na eleição e já tem planos de trabalho imediato.
 
Quitéria foi enfática, juntamente com os outros nomes da chapa, em esclarecer que em nenhum momento houve imposição de nomes por parte do governador ou do PT, em especial. Segundo a prefeita, a única diretriz que os próprios gestores haviam acordado entre si e com a bênção dos partidos era de que deveria haver um consenso para que não houvesse desgaste na campanha e os municípios de uma maneira geral pudessem ser beneficiados no processo.
 
De acordo com Nilo, ainda que a UPB seja uma entidade dos prefeitos e somente deles, todos os gestores são influenciados por partidos e não há como afastar este processo da composição da chapa. Mesmo assim, o próprio PDT liberou os filiados para apoiarem quem acharem devido, assim como também ocorreu com o PSD de Otto Alencar e com outras legendas.
 
Já o vice-presidente José Bonifácio Dourado, prefeito de Ruy Barbosa, indicou que a chapa representa todos os partidos, incluindo os de oposição, que filiam os gestores baianos. A chapa é montada entre os partidos PT, PDT, PP, PCdoB, PSL, PRP, PSC PTdoB, PRTB e PR, sendo este último de oposição no âmbito estadual, mas integrante do grupo. Entretanto, entre os que apoiam a chapa estão também prefeitos de DEM e PMDB, para citar alguns.
 
O presidente do PT estadual, Jonas Paulo, disse na coletiva de apresentação da chapa que o conselho do partido baixou a diretriz do entendimento em torno da unidade e que o PT teve a “glória” de não impor nomes e ser capaz de abrir mão de seus pré-candidatos em prol do nome de Quitéria, que surgiu como consenso devido à posição de atual vice-presidente da UPB. “Queremos esta chapa única porque queremos a continuidade. A gestão de Caetano resgatou a UPB, deu autonomia à UPB, criou uma agenda de interesses dos municípios e de defesa das prefeituras”.
 
A chapa promoverá um jantar nesta terça-feira (22) para celebrar a adesão dos partidos e prefeitos no Fiesta Bahia Hotel. A eleição acontecerá durante toda a quarta. Quitéria concorre com Wilson Cardoso (PSB), prefeito de Andaraí, que também entregou documentos para a homologação da chapa na tarde desta segunda.  Informações Bocão News

Nenhum comentário:

Postar um comentário