quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Saúde : Conheça os cálculos dos indicadores de Saúde


Em junho deste ano, o Bem Estar propôs um desafio a 5 brasileiros que queriam ajuda para perder peso e mudar o estilo de vida.
Ao lado de uma equipe de especialistas e do ex-jogador Raí, eles iniciaram o quadro ‘Viva mais leve’ em busca de uma vida mais saudável. Na época, juntos eles pesavam 443 kg; nesta sexta-feira (23), 5 meses depois, eles voltaram ao programa e subiram de novo todos juntos na balança – o resultado foi 385 kg, 58 kg a menos.
Além da perda de peso, os participantes ganharam muito também na saúde. Segundo o endocrinologista Alfredo Halpern, essa mudança de hábitos e estilo de vida fica muito mais fácil quando envolve a família e os amigos, que acabam se reeducando também.

Foi o caso do paulistano Paulo Froner, de 45 anos, que começou o desafio com 115 quilos e, com a ajuda da família e dos especialistas, perdeu 18 kg. Durante esse tempo, ele trocou o carro pela bicicleta, reduziu o consumo de bebida alcoólica e passou a comer alimentos mais saudáveis. Ele reduziu também o nível de gordura no fígado, o colesterol, o risco de diabetes e cirrose e também teve grande melhora no seu sono.
Outra personagem da capital paulista, a Adriana, também fez grandes mudanças e começou uma vida cheia de compromissos. Quando procurou o Bem Estar, ela estava com 69,5 kg, e dizia que não tinha tempo para se exercitar porque tinha que cuidar do filho pequeno.
Com a ajuda dos especialistas, ela reorganizou a vida, colocou o filho em uma escolinha e descobriu um espaço no dia para se cuidar. O resultado foi 7,5 kg a menos na balança, a redução da medida da cintura e melhora na capacidade cardiovascular.
A gestora de eventos Rosângela chegou ao programa com 88,5 kg e teve que mudar toda a rotina da sua família. Além de freqüentar a academia, ela diminuiu também a fritura dentro de casa, trocou o açúcar pelo adoçante e incorporou as frutas à dieta – mudanças que a fizeram chegar aos 77 kg. A paulistana, que tinha pressão alta e pré-diabetes, eliminou todos esses problemas junto com o excesso de peso.
De Goiânia, a empresária Lucirene também participou do desafio, trocou o salto alto pelo tênis, diminuiu a quantidade de massas e aumentou a ingestão de salada na alimentação.
Ela começou a correr também e incorporou uma academia dentro de casa com alguns aparelhos que já tinha, atitude que a fez sair dos 84,5 kg para os 67,5 kg – 17 kg a menos. Fora isso, ela normalizou os níveis de colesterol e reduziu as chances de problemas nas articulações.
A dona de casa Rosineide, de Fortaleza, descobriu durante o quadro que tinha compulsão alimentar e passou a se tratar com um psiquiatra e também com medicamentos. Fora isso, ela mudou os hábitos alimentares e também da família, o que fez com que seus filhos perdessem peso e também mudassem a rotina dentro de casa.Informações G1


Nenhum comentário:

Postar um comentário