domingo, 23 de dezembro de 2012

Casal que sumiu morreu durante transa em carro com ar condicionado ligado


O delegado adjunto da Delegacia de Neves (73ª DP), Henrique Viana, informou na última quarta-feira (19), que a morte do casal morador de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, que estava desaparecido desde o dia 13 de dezembro, foi acidental.

De acordo com ele, a auxiliar de escritório Verônica Souza de Leão, de 21 anos, e o cabo da Marinha Diogo Moreira Quadro, de 23, estariam transando com o ar-condicionado ligado. A morte teria sido provocada pela queima de monóxido de carbono. O veículo fechado e garagem pequena teriam colaborado para o fim trágico.
Informações Bocão News

Nenhum comentário:

Postar um comentário