domingo, 25 de novembro de 2012

Bahia frustra torcedor e deixa 2013 pra definir na última rodada


Um dia depois dos rubro-negros fazerem a festa no Barradão, foi a vez dos tricolores lotarem o Pituaçu. mas ao contrário dos rivais, os torcedores do Bahia não puderam sair do estádio comemorando a Série a de 2013: o Esquadrão saiu na frente, mas cedeu o empate ao Náutico por 1 a 1 e deixa para a última rodada a definição sobre o sue futuro. 
 
Com o resultado, o Ba-Vi caiu do 15º para o 16º lugar, já que foi superado pela Portuguesa, no saldo de gols. a lusa foi ao Beira-rio e venceu o Inter por 2 a 0, mas ainda não está livre da degola: ambos disputarão duas vagas para a série A de 2013 com o Sport, que empatou por 1 a 1 com Fluminense e chegou aos 41 pontos.
 
O primeiro tempo foi uma lástima, mas os dois times tiveram uma boa desculpa para maltratar a bola. Cada um perdeu dois jogadores antes dos 20min, todos por contusão: Gallo teve de trocar Martinez por Alison e jean por Ronaldo Alves; depois foi a vez de Jorginho ser obrigado a sacar Souza e Diones e colocar Elias e Kléberson.
 
O entrosamento ficou comprometido e as chances de gol rarearam no primeiro tempo. A emoção ficou por conta do sistema de auto -falantes do Pituaçu, que a toda hora anunciava gols dos jogos envolvendo os adversários diretos contra o rebaixamento. A torcida foi da alegria pelo gol de Fred, do Fluminense, contra o Sport, passando pela apreensão com o tente marcado pela Portuguesa em cima do Inter em pleno Beira-Rio, e terminando o primeiro tempo com o preocupante empate do Sport com o Flu. 
 
Combinado com o empate no Pituaçu, Bahia, Portuguesa e Sport levariam a decisão para a última rodada, mas o Bahia cairia uma casa, sendo ultrapassado pela Lusa no saldo de gols.   
 
O segundo tempo começou com mais pressão sobre o Bahia. Logo aos 2min, Marcelo Cordeiro fez 2 a 0 para a Portuguesa, praticamente deixando a disputa da última vaga para o brasileirão 2013 entre Bahia e Sport. 
 
Não por muito tempo. Aos 5min, Helder invadiu a área e foi derrubado por Rogério. O árbitro apontou a marca da cal e Gabriel ficou com a incumbência de fazer a cobrança. O goleiro Felipe catimbou, apontou o canto, tentou desconcentrar a revelação tricolor. Mas ele bateu com a frieza de um veterano, esperando o arqueiro do náutico cair para um lado e jogando a bola mansinha no lado oposto, fazendo Pituaçu explodir de alegria.
 
O Bahia passou a dominar completamente o Náutico, embora continuasse faltando criatividade para chegar ao gol de Felipe. e o castigo veio aos 33min, quando Souza meteu uma rosca na bola e mandou na cabeça de Dimba, que se antecipou a Lomba e mandou para o barbante. Silêncio no Pituaçu.
 
 
 
BAHIA x NÁUTICO
 
Data: 25/11/2012
Local: Pituaçu, em salvador
Árbitro: Péricles Bassols (RJ), auxiliado por Rodrigo Pereira Jóia (RJ) e Thiago Gomes Brigido (CE)
Renda: R$ 540.165,00
Público: 32.157 pagantes
Cartões amarelos: Lucas Fonseca (B); Rogério e Alison (N)
Gols: Gabriel, aos 6min do segundo tempo e Dimba, aos 33min do segundo tempo
 
Bahia
Marcelo Lomba; Fabinho, Lucas Fonseca, Tite e Jussandro; Fahel, Diones (Kleberson), Hélder e Zé Roberto (Vitor Lemos); Gabriel e Souza (Elias).
Técnico: Jorginho
 
Náutico
Felipe; Patric (Dimba), Jean Rolt (Ronaldo Alves), Alemão e Douglas Santos; Josa, Martinez (Alison) e Souza; Rogério, Kim e Araújo.
Técnico: Gallo

Nenhum comentário:

Postar um comentário