quinta-feira, 27 de setembro de 2012

TRABALHADORES DOS CORREIOS DO ESTADO DA BAHIA ACATAM DECISÃO E ENCERRAM A GREVE


Os funcionários dos Correios decidiram encerrar a greve nesta quinta-feira (27), com base no julgamento do dissídio por parte do Tribunal Superior do Trabalho (TST), e retomam as atividades na sexta-feira (28), segundo informa o Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telegráfos do Estado da Bahia (Sincotelba). A paralisação da categoria foi iniciada na terça-feira (25) em todo o país. Os ecetistas que atuam na Bahia participaram de assembleia durante a noite, em Salvador, para finalizar o movimento em caráter oficial.
No julgamento do dissídio, os ministros do TST aprovaram reajuste de 6,5% para salários, tickets e cestas básicas, retroativo a agosto. Em relação aos dias parados, foi determinado que eles sejam compensados ou, caso haja recusa, descontados. Se as entidades sindicais não cumprirem a data de retorno estipulada, será aplicada multa de R$ 20 mil por dia.
O Sincotelba afirma que a categoria não ficou satisfeita com o percentual reajustado e vai voltar ao trabalho em respeito à determinação do TST. Eles pedem reajuste de 43,7%, alíquota que cobriria a inflação acumulada desde o Plano Real, além de aumento de R$ 200 linear, tíquete-alimentação de R$ 35 e a contratação de 30 mil trabalhadores, entre outra exigências. A oferta da estatal é de 5,2%, alíquota que cobriria a inflação dos últimos 12 meses.
Os Correios vão fazer mutirão no sábado (29) e domingo (30) para normalizar as entregas. Da carga dos últimos seis dias de paralisação, 89,8% foi entregue no prazo, o que equivale a 191,3 milhões de cartas e encomendas. Segundo a empresa, 90% dos 120 mil empregados trabalharam normalmente nesta quinta-feira, ou seja, 11.825 empregados aderiram à paralisação. As informações são do G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário