quarta-feira, 4 de julho de 2012

FALSA MÉDICA PRESA ATUAVA EM SERRINHA

Com dois registros falsos do Conselho Regional de Medicina (CRM), a boliviana Gladys Carita Catari, 33 anos, vinha atuando como médica no Hospital Santa Casa de Misericórdia (Hospital Santana), no município de Serrinha, até ter sido presa, na sexta-feira (29), por investigadores da 15ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Serrinha). Indiciada pela delegada Ana Karina Sampaio Guerra, ela vai responder pelos crimes de falsidade ideológica, exercício ilegal da medicina e falsificação de documento. No interrogatório a falsa médica alegou ter cursado Medicina na Bolívia, mas admitiu que seu diploma não fora revalidado em território brasileiro. “Sem essa validação ela não poderia exercer a Medicina no Brasil”, informou a delegada Ana Karina, salientando que as exigências para o exercício da profissão vão desde o detalhamento da grade curricular até a apresentação de documentos pessoais e verificações de conhecimento específico. *Bocão News

Nenhum comentário:

Postar um comentário