quarta-feira, 4 de julho de 2012

ESTUDANTE DE BELÉM FORJA SEQUESTRO PARA NÃO ENTREGAR O TCC

Uma estudante universitária de Belém, no Pará, sumiu exatamente no dia em que entregaria o Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) na faculdade. Ela reapareceu na noite do dia seguinte, na última quinta-feira (28), e contou que havia sido sequestrada por três homens em um veículo.
Ela teria sido mantida em um cativeiro, com os punhos amarrados, por cerca de 24 horas, quando foi libertada pelos sequestradores. A Polícia Civil passou a desconfiar da versão da estudante Susan Paola Fadel Correia, 22 anos, porque os relatos não apresentavam características verossímeis.
"Ela dizia que um dos caras estava com uma meia-calça de mulher cobrindo o rosto. Isso é coisa de televisão, bandido não usa", afirmou o delegado Gilvandro Furtado à Folha.com.
Susan foi submetida à perícia, que não detectou vestígios de que tivesse ficado amarrada, como ela havia relatado. A estudante foi interrogada novamente e acabou confessando a armação.
"Ela disse que inventou a história porque tinha um trabalho para entregar na universidade e não havia mais como justificar se não apresentasse, que no semestre passado ela também não entregou [o TCC]", explica o delegado.
Susan inventou a história porque estava com medo de que a mãe ficasse aborrecida. As duas haviam brigado por conta da demora da estudante em concluir o TCC. “Ela não queria aborrecer a mãe porque no semestre passado ela havia ficado reprovada na universidade pelo mesmo motivo”, conta o delegado.
Em depoimento, Susan afirmou que durante o desaparecimento ficou hospedada na casa de um amigo. Ela, no entanto, alega que a pessoa que a abrigou e o casal que a levou para casa não têm participação na farsa. Tudo teria sido planejado por ela.
A estudante foi indiciada pela falsa comunicação de crime e liberada mediante compromisso de comparecer em audiência futura em um juizado criminal especial. A Faculdade Ipiranga, onde Susan estuda, informou que a situação acadêmica da estudante após o falso sequestro é sigilosa. As informações são do Correio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário