quarta-feira, 30 de maio de 2012

PROFESSORES DA REDE PARTICULAR DE FEIRA ENTRAM EM GREVE NA SEGUNDA FEIRA(04), AFIRMA SINPRO

No sábado (2), os professores farão uma manifestação na praça de alimentação da avenida Getúlio Vargas
A partir de segunda-feira (4) professores de escolas particulares de Feira de Santana paralisarão as atividades. A informação é do professor Marialvo Barreto, presidente do Sindicado dos Professores das Escolas Particulares (Sinpro).

A decisão foi tomada durante assembleia realizada no final da tarde de ontem (30), na sede do sindicato. De acordo com Marialvo, hoje haverá mobilização nas escolas e amanhã panfletagem em frente às instituições.

No sábado (2), os professores farão uma manifestação na praça de alimentação da avenida Getúlio Vargas.

A categoria reivindica o INPC (Índice Nacional de Preço ao Consumidor) de 4,48% e 10% de ganho real, totalizando reajuste de 14,8%, além da hora/extra classe. Os donos das escolas particulares apresentaram como proposta, o reajuste de 5,5% e não aceitam discutir a hora/extra classe.

Segundo Marialvo, um professor da rede particular de ensino tem um volume de trabalho em casa gigantesco e não recebe pelas horas trabalhadas fora da sala de aula. “Um professor que 20h de aulas na escola, tem mais 20h de trabalho em casa e se não levar o trabalho tem coordenador e diretor no , chamando-o de irresponsável”, informou.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário