sexta-feira, 18 de maio de 2012

44% DOS INTERNAUTAS DEPENDEM DAS REDES SOCIAIS PARA MANTER AMIZADES

Nesta quinta-feira, 17, é celebrado o Dia Mundial da Internet e a Norton, da Symantec, divulgou um estudo que mostra como as pessoas atuam na rede no Brasil.
O brasileiro passa em média 30 horas semanais conectados, número superior ao global, que é de 24 horas, segundo dados do Norton Cybercrime Report 2011. Paralelamente, 39% dos entrevistados no País diz que precisa da internet para realizar as suas atividades diárias e 44% perderiam o contato com os seus amigos sem as redes sociais, ou seja, utilizam a internet para manter e resgatar seus contatos.
Somado a este contexto, a popularização dos celulares e tablets também contribui para a amplitude do acesso e compartilhamento dos conteúdos online. O Brasil ultrapassou a barreira de 250 milhões de aparelhos móveis, isto é, em média, cada brasileiro possui mais de 1 equipamento. E, assim, como a internet está em qualquer lugar, as ameaças virtuais também estão por toda a parte e de diversas formas. A mais comum é o roubo de dados pessoais, com 28%, seguida pelo mapeamento/rastreamento do usuário, com 25%, segundo o último estudo da Symantec Internet Security Threat Report.
O número de armadilhas móveis difundidas por hackers aumentou drasticamente em um ano: de 163, em 2010, para 315, em 2011. Porém, diante destas incursões maliciosas, apenas 14% dos aparelhos estão imunizados com aplicativos de segurança, sendo que 36% dos usuários de plataforma móveis acessam à internet pelo aparelho, ou seja, mais suscetíveis aos perigos virtuais.
“A internet abriu possibilidades para que as pessoas se mantenham informadas e conectada, além de facilitar o dia a dia. Porém, infelizmente, também abriu precedentes para que cybercriminosos atuem de formas variadas com a finalidade de roubar dados, senhas, documentos e fotos”, ressalta a especialista em comportamento digital da Norton, Juliana Nemer. (AdNews)

Nenhum comentário:

Postar um comentário