sábado, 11 de fevereiro de 2012

WHITNEY HOUSTON MORRE AOS 48 ANOS

A investigação inicial da polícia americana aponta afogamento como hipótese da morte de Whitney Houston, 48, de acordo com informações do site "TMZ". O corpo da cantora foi encontrado na banheira de uma suíte do quarto andar do hotel Beverly Hilton no último sábado (11), por volta das 15h30 e 21h30 no horário de Brasília.
A investigação inicial da polícia americana aponta afogamento como hipótese da morte de Whitney Houston, 48, de acordo com informações do site "TMZ". O corpo da cantora foi encontrado na banheira de uma suíte do quarto andar do hotel Beverly Hilton no último sábado (11), por volta das 15h30 --21h30 no horário de Brasília.
Segundo o site "TMZ", a cantora pode ter dormido enquanto estava na banheira, por conta do uso de um tranquilizante chamado Xanax, utilizado no tratamento de ansiedade e depressão. Membros da família da cantora disseram ao site que ela tinha prescrição médica para usa-lo.
O estilista, a cabeleireira e dois guarda-costas estavam com Houston no quarto quando notaram que ela estava demorando demais no banheiro, informaram fontes ao "TMZ". Eles chegaram a bater na porta, mas a cantora não respondeu.
A cabeleireira, então, decidiu entrar no banheiro. Ela gritou imediatamente ao ver Whitney com o rosto sob a água e as pernas para cima como se tivesse escorregado na banheira. Um dos guarda-costas correu para retirar a cantora da água. Outro deles teria ligado para a segurança do hotel.
De acordo com a polícia de Beverly Hills, seguranças do hotel fizeram uma ligação de emergência às 15h43 (21h43 no horário de Brasília). Uma equipe de paramédicos, que estava no hotel por conta de uma festa do Grammy, tentaram reanima-la, sem sucesso, por 20 minutos. Às 15h55, Houston foi declarada morta, e seu corpo foi levado ao necrotério para a realização da autópsia.
Policiais afirmaram à publicação que não havia drogas no quarto, mas que encontraram cápsulas e frascos de remédios. Não havia indícios de que Houston teria ingerido bebida alcoólica no local. Ícone pop mundial, Whitney enfrentou o vício em drogas e álcool, problema que ofuscou sua carreira. No ano passado, chegou a se internar novamente em uma clínica de reabilitação.
  Segundo Kirsten Foster, empresária da artista, a causa da morte permanece desconhecida e está sendo investigada. A cantora falou com a mãe, Cissy Houston, e com a prima, Dionne Warwick, algumas horas antes de morrer e ambas disseram que não perceberam nada de diferente e que a voz dela estava normal.
Naquela noite, Whtiney Houston participaria de uma festa que antecede a cerimônia da 54ª edição do Grammy, que acontece neste domingo. As informações são da Folha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário