terça-feira, 3 de janeiro de 2012

EDUARDO ANDRADE: PREPARADOR DE GOLEIRO DO LEÃO MUDA O NOME EM RESPEITO AO CLUBE



Eduardo troca sobrenome Bahia pelo Andrade. Famoso por revelar grandes arqueiros, preparador tem história na Toca .
Ele tem Bahia no nome, iniciou a carreira no Fazendão e no retorno a sua terra natal fez questão de mudar o sobrenom e que o acompanhou nos últimos anos. Em vez de Eduardo Bahia, o novo preparador de goleiros do Vitória quer ser chamado de Eduardo Andrade na Toca do Leão.
Eduardo, que trabalhou no Vitória por 11 anos, usa o respeito como justificativa. "Sempre que trabalhei aqui, usei Andrade em repeito e consideração à torcida do Vitória. É o rival, é o concorrente do outro lado. Eu tenho o sobrenome Bahia e não uso no Vitória. É o clube onde durante 11 anos fui muito feliz e tô voltando pra mais 11 anos", brincou Andrade.
E o homem tem história no Leão, com muito tempo de casa e bons resultados alcançados. Além de ser o principal reponsável pela revelação de goleiros como Dida, Felipe e Fábio Costa, ele foi finalista do Brasileiro de 1993 e subiu para a Série A com o clube por duas vezes: 1992 e 2007.
O caso Dida foi o trampolim para a carreira de Eduardo, que, após sair da Toca, trabalhou em equipes como Santos, Atlético-MG, Atlético-PR e, por último, Sport, onde subiu recentemente para a Série A. Entre as revelações fora da Toca está o goleiro Rafael, titular do Santos no último Mundial. "Eu tô voltando com a mesma empolgação de 92. Mais experiente, mais maduro. O fato de ter trabalhado com Vanderlei Luxemburgo (Atlético-MG)... Mas foi aqui no Vitória que me projetei, quando fomos vice-campeões brasileiro e Dida foi escolhido o melhor goleiro do Brasil".
Técnico - Ano passado, Eduardo foi treinador do Camaçari no Campeonato Baiano. "Estava desempregado e fui pra lá. Mas todos sabiam que eu voltaria a ser preparador de goleiros", conta.
As informações são do Correio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário