sexta-feira, 18 de novembro de 2011

FACULDADES DE FEIRA DE SANTANA ESTÃO ENTRE AS INSTITUIÇÕES REPROVADAS PELO MEC

Todas as instituições baianas reprovadas obtiveram nota 2, consideradas pelo Ministério como insatisfatórias. Confira as Instituições reprovadas.
A Escola de Negócios do Estado da Bahia (Eneb), a Faculdade Nobre (FAN) e a Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (Unef) estão entre as instituições de ensino superior da Bahia reprovadas pelo Índice Geral de Cursos do Ministério da Educação (MEC).
O resultado foi publicado nesta quinta-feira (17) no Diário Oficial da União. Em todo o Brasil, o número de instituições que não tiveram bom Índice ultrapassa a marca de 680.
As notas
As notas dos cursos de graduação e de pós-graduação de cada instituição no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) são levados em consideração para indicar a qualidade das instituições. Além do Enade, as instituições baianas também foram avaliadas pela infraestrutura oferecida e pela qualidade do corpo docente.
A nota do IGC, pode variar entre 1 e 5. Todas as instituições baianas reprovadas obtiveram nota 2, consideradaspelo Ministério como insatisfatórias.A Faculdade Anísio Teixeira (FAT), a Faculdade de Tecnologia Ciência (FTC) e a Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), tiveram nota 3 e foram aprovadas. A Faculdade Pitágora foi classificada como S/C (Sem conceito).
A sigla é usada para indicar quenão tem ingressante ou concluinte que participou efetivamente do ENADE através da realização da prova.Com os resultados, o indicador deverá orientar as visitas in loco dos avaliadores do Instituto Nacional de Educação e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
A visita dos especialistas poderá confirmar o resultado do Índice e, neste caso, as instituições com notas inferiores a 3, considerada razoável, poderão recorrer.
Caso as notas baixas sejam mantidas, a instituição poderá sofrer algumas medidas do governo federal, desde arquivamento de pedidos de abertura de novos cursos até o descredenciamento do centro de ensino, passando também pela impossibilidade ampliação de vagas em cursos existentes.
No total, foram avaliadas em todo país 2.176 universidades, faculdades e centros universitários. De todas essas instituições, somente 158 obtiveram IGC no valor de 4 e de 5, considerados como bons. Essas instituições poderão ser beneficiadas com a abertura de novos cursos.(Acorda Cidade)

Nenhum comentário:

Postar um comentário