sexta-feira, 21 de outubro de 2011

FBI AJUDA NAS INVESTIGAÇÕES DO LIXO HOSPITALAR

EUA afirmam que investigam a venda de material utilizado em hospitais. Lençóis com supostas manchas de sangue foram achados em Pernambuco.Agentes do FBI, a Polícia Federal dos Estados Unidos, vão ajudar nas investigações em Pernambuco sobre o material que seria lixo hospitalar americano. A reportagem do Jornal Nacional localizou nos Estados Unidos a empresa que teria exportado o material para o Brasil.

Cidade de Spartanburg, no estado da Carolina do Sul. Aqui fica o endereço da Texport, a empresa que, de acordo com a Receita Federal do Brasil, enviou para Pernambuco o material utilizado em hospitais americanos. Batemos na porta e fomos recebidos por uma mulher.
Ela nega que ali funciona a empresa. Mas este motorista, que aguardava o caminhão ser carregado de tecidos, confirmou que o galpão é da empresa. Este outro motorista, que veio descarregar produtos, também confirma. Ele mostrou a guia de transporte onde estava escrito o nome da empresa. Nós tentamos falar novamente com representantes da Texport, mas fecharam a porta, suspenderam o carregamento e chamaram a polícia.
O governo afirma que o serviço de imigração e controle alfandegário abriu uma investigação nos Estados Unidos sobre a venda de material utilizado em hospitais. As autoridades dizem ainda que a Agência de Proteção Ambiental, que regula a manipulação desse tipo de material, é quem pode dizer se o envio de lençóis, jalecos usados em hospitais americanos foi feito de forma irregular.
No porto de onde saíram os contêineres para Pernambuco, os funcionários foram proibidos, pelo Departamento de Estado Americano, a dar esclarecimentos sobre a exportação dos tecidos. Só que a agência também não dá nenhum esclarecimento. As informações são do G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário