terça-feira, 14 de junho de 2011

MINISTRO DA JUSTIÇA CONFIRMA QUE HAVERÁ SELEÇÃO PARA PF E POLICIA RODOVIARIA

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, anunciou durante o lançamento do Plano Estratégico de Fronteiras que os efetivos das duas polícias federais serão ampliados por meio de concurso
Quem já vem se preparando para os concursos da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) recebeu na última quarta-feira, 8, um incentivo importante.
Apesar da decisão do Ministério do Planejamento de suspender a realização de concursos federais em 2011, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, anunciou durante o lançamento do Plano Estratégico de Fronteiras que os efetivos das duas polícias federais serão ampliados por meio de concurso. Quem ingressar terá sua lotação na fronteira.
Em abril deste ano, o Ministério da Justiça divulgou um pedido de concurso da PF que cria 1.024 vagas distribuídas entre os cargos de agente (396), escrivão (362) e papiloscopista (116) e delegado (150).
Todos exigem formação superior completa em qualquer área, com a ressalva para o cargo de delegado, cujo pré-requisito é possuir bacharelado em Direito. As remunerações seriam de R$ 7.818 para os três primeiros cargos e de R$ 13.672 para o último.
Polícia Rodoviária - Até o fechamento da reportagem, o Ministério da Justiça não havia divulgado as informações do pedido de concurso para a Polícia Rodoviária.
O último certame para o órgão foi anunciado em 2009 e previa a criação de 750 vagas imediatas, com rendimentos de até R$ 5.782,11, mas teve o edital suspenso por denúncias de irregularidades na aplicação das provas.
A assessoria de comunicação do Ministério do Planejamento informou que os pedidos de concursos da PF e PRF estão sendo analisados pela Secretaria de Gestão. As informações são do A Tarde

Nenhum comentário:

Postar um comentário