segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

BAHIA GOLEIA FLUMINENSE DE FEIRA FORA DE CASA POR 4 X 0

Uma goleada maiúscula confirma a boa fase iniciada pelo Bahia depois do segundo BaVi do ano. Na tarde desse domingo (27), os comandados de Vagner Benazzi emplacaram quatro tentos contra o Fluminense de Feira, no Joia da Princesa, e deixaram em festa a torcida que apareceu em bom número fora de casa. Marcos, Jones, Rafael e Hélder prepararam o 'chocolate' dominical.
O bom resultado ainda não tira o Esquadrão da mesma posição em que começou na tabela. Agora com 13 pontos, o Bahia continua como o quinto colocado no grupo 1. O Fluminense permanece com 11 pontos e é o quarto do grupo 2. Pela décima rodada do Baianão 2011, com todos os jogos na quarta-feira (2), o Bahia recebe o Ipitanga, em Pituaçu, às 20h30. O Touro visita o Atlético, em Alagoinhas, no mesmo horário.
O fato de jogar fora de casa em nada colocou o Bahia recuado no início da partida. Conseguindo se dividir bem entre as investidas no ataque e as voltas para a defesa, o tricolor se deu melhor na primeira etapa e abriu a vantagem no placar.
Não demorou até o embalo do Esquadrão fazer valer contra o Touro. Logo aos dois minutos, Marcos cobrou falta na intermediária, caprichou na pontaria e acertou em cheio, sem chances para Beto. O poder de reação do Touro não se expressou e a equipe se alternou entre o esforço para segurar as investidas do rival e poucas chegadas em perigo ao gol de Omar.
Na persistência de Jones, aos 40, veio o segundo gol do Bahia. Depois do desvio quase milagroso do zagueiro do Fluminense, tirando do gol, o atacante aproveitou o rebote e mandou para a rede no chute cruzado, ampliando o placar. Depois do tento, com pouco minutos até o final da primeira etapa, a partida esfriou até o apito.
Mal começou a segunda etapa e os visitantes deixaram o indício de que o Touro não teria como reagir. Logo aos 8, Rafael, o gladiador, se antecipou na cobrança de escanteio de Tressor Moreno e mandou para o gol, fazendo o terceiro do Bahia.Aos 14 o Flu quase conseguiu abrir a sua contagem. O que impediu foi a boa defesa de Omar, que defendeu a cobrança de falta de Sadrak, cedeu o rebote, mas defendeu com um chute providencial no novo chute do atacante feirense. Depois disso, o Bahia diminui o poder ofensivo e os donos da casa tentaram se aproveitar. Vinícius acertou a trave de Omar, aos 28, depois de arrisca o chute de fora da área.
O Esquadrão se encaminhava na postura de segurar o bom resultado e não levava mais tanto perigo para a área do goleiro Beto. Mas o que o defensor não esperava era o tiro certeiro de Hélder, aos 37 minutos, que estufou a rede do Fluminense em um belo gol da intermediária. Daí em diante, goleando, restou ao Bahia gastar o tempo na troca de passes.(Correio)

Nenhum comentário:

Postar um comentário