sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

MORRE ORESTES QUÉRCIA, EX GOVERNADOR DE SÃO PAULO

O ex-governador de São Paulo, Orestes Quércia, morreu nesta sexta-feira (24). Ele estava internado para tratar um câncer de próstata - recidiva de um tumor que ele já combateu há mais de dez anos. A informação da morte do político foi confirmada pelo hospital Sírio Libanês, onde ele estava internado.
Por causa da doença, Quércia desistiu de concorrer ao Senado em 2010. Assim ele beneficiou Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), tucano que começou mal nas pesquisas e acabou sendo eleito para a primeira vaga paulista,a segunda ficou com Marta Suplicy (PT).
Com o peemedebista fora da disputa, Aloysio viu seu espaço na TV crescer para 5min29s disparado o maior entre os candidatos.
Em nota divulgada à imprensa, logo após a desistência, Quércia pediu votos ao tucano. Sua filha Andreia apareceu diversas vezes no horário eleitoral para declarar apoio da família ao aliado.
Em pesquisa Datafolha do começo de setembro, Quércia tinha 26% nas intenções de voto para o Senado, tecnicamente empatado no segundo lugar com Netinho (PC do B).Ex-radialista, Quércia já foi vereador e prefeito de Campinas, senador, deputado estadual, vice-governador e governador de São Paulo de 1987 a 1991. Ele foi um dos fundadores do PMDB e, em março de 1991, assumiu a presidência nacional do partido, substituindo Ulysses Guimarães.
Desde que saiu do governo, Quércia não venceu nenhuma eleição. Disputou a corrida presidencial em 1994, o governo estadual em 1998 e 2006 e o Senado em 2002.Informações: www.bol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário